A fabulosa história do Porsche 917/021

AUTOMOBILISMO / LIVRO - Um livro que é bem útil aos muitos adeptos do mítico Porsche 917 e também aos modelistas que estejam a pensar em montar este modelo super detalhado já que o livro trata tanto da história do #021 como é profusamente documentado sobre a sua reconstrução, apesar do 917 ser o carro mais documentado na internet é sempre uma mais valia conseguir uma reportagem fotográfica completa sobre um só modelo.


O PORSCHE 917 # 021
Em Abril de 1970, o #021 foi vendido para o team AAW finlandês . O 917 será pintado nas cores do seu patrocinador Shell: amarelo e vermelho . A primeira corrida, os 1000 km de Monza em 25 de Abril de 1970 foi uma corrida de desenvolvimento. Terminou em 11 º. 17 de Maio Laine-van Lennep melhoraram seu desempenho, terminando 1000 km de Spa em 5º. Quinze dias depois, em Nürburgring foi o drama; Hans Laine morreu a testar o 908/2 da equipe.
O 917 não vai participar na próxima corrida e para 24 horas de Le Mans o 021 será conduzido por David Piper e Gijs van Lennep. Sob as águas torrenciais David Piper despista-se quando estava na 3 ª posição, depois de reparar um pneu rebentado e o chassis danificado van Lennep abandona. Na sequência do acidente todos os componentes mecânicos do 021 serão montados no 012 e será renomeado 021 . Ele vai estar presente no dia para 28 de Junho na corrida de Interseries em  Norisring com uma decoração híbrida: branco com o capo motor amarelo . Hans-Dieter Dechent, patrão da equipa Martini aluga o carro e decora-o de roxo e verde psicadélico como o "LH" de Le Mans (chassis 043) para participar de 6 horas de Watkins Glen e na Can-Am. O 021 será conduzido por van Lennep-Larrousse e para a corrida de Interseries disputada no circuito de Keimola em 23 de Agosto o 917 aparece com uma  nova decoração psicadélica vermelha e amarela, as cores do time AAW  e... primeira vitória. Em 20 de Setembro no Zandvoort Trophy, van Lennep vence novamente.

Em  Monthlery, nos 1000 kms de Paris desistência de Van Lennep com problemas nas válvulas. Para o 021 as 9h de Kyalami será a sua última corrida em nome da equipe de Martini com Jo Siffert e Kurt Ahrens, equipado com o motor de 5 litros termina em segundo lugar. O Porsche 021 será devolvido à Porsche e despojado da sua mecânica que servirá para o 917 01-021 spyder utilizado pela equipa AAW em 1971. O chassis e a carroçaria serão vendidos em 1972 a Freisinger. Em 1975, Joachim Grossmann adquire e restaura 021 num branco civilizado e será registado para rodar em estrada. O 021, será vendido em 1983 para o coleccionador americano Don Marsh que o vai redecorar com a configuração de Watkins Glen 1996, bem, quase pois as  cores e listas não estavam bem de acordo com o original. Bobby Rahal adquiriu o 021 em 2002 e vendeu-o em 2003 para Juan Barazi.
Vincent Gaye comprou o 021 no final de 2007 e fez uma restauração completa que só terminou em 2011











Os vídeos do Porsche 917 #021
 


Link para o site (clicar na imagem)

Fotografias e texto retirados do respectivo site

2 comentários:

Juanh disse...

Así como el Lotus 72 es "EL" auto de F1, y el Lancia Stratos "EL" auto de rally, el Porsche 917 es "EL" auto de SP.
Una joya.
Abrazos!

Domingos Palha da Costa disse...

Juanh, tens toda a razão, sem dúvida que esses três carros são mesmo de excepção.
Abraço